sexta-feira, 21 de outubro de 2011

PITANDO PINTANDO PICASSO

 




Enquanto o Destino mo conceder, continuarei fumando.
("Tabacaria" - Fernando Pessoa)

Inspiração: ato ou efeito de inspirar (introduzir nos pulmões),
ou de ser inspirado. Espécie de alento, sopro criador.




GrAnDiOsO:




Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Ruiz y Picasso


 

 
(Fumava, na certa uma locomotiva!)



Um pintor é um homem que pinta o que vende. Um artista,
por sua vez, é um homem que vende o que pinta. (Picasso)






(Arremedando John Wayne, pistola na mão, piteira na outra,
não largava o patrulhado cigarro.)



Minha mãe dizia: Se queres ser um soldado, serás general; se queres ser um monge, acabarás sendo Papa.
Eu quis ser pintor e tornei-me... Picasso.



   
(Fumava, fumava e fumava.)



Eu não procuro, eu acho. (Picasso)





(Pitava e pintava. Que olhar achador e rapino!)



Há pessoas que transformam o sol numa simples mancha amarela, mas há aquelas que fazem de uma simples
mancha amarela o próprio sol. (Picasso)





(Fumava e pintava. Ai, cara medidativa e carão esbugalhado!)









(Realidade e ficção se esfumaçavam. Um
coelho de papel a brincar com um perro de verdade)


 

 
A inspiração existe, mas tem que te encontrar trabalhando. (Picasso)




(Tabaqueava e dançava.)



Leva-se muito tempo para ser jovem. (Picasso)



 




(Pintava e bordava, a sublimar
os dotes das locomotivas!)



A qualidade de um pintor depende da quantidade de passado
que ele carrega consigo. (Picasso)


  




Despediu-se-nos aos 92 anos, pintando, fazendo o diabo... Ah, e pitando.
(1881 - 1973)
  


(fotos do artista-fotógrafo David Douglas Duncan, retiradas dos livros

The private world Pablo Picasso, Pablo Picasso, Picasso's Picasso,
Goodbye Picasso e da edição em português de O ateliê silencioso)


  







Nenhum comentário:

Postar um comentário